10 de mai de 2016

Depois de nove anos seguidos, Sete Lagoas não terá exposição de Gir Leiteiro

Jadir Rabelo, presidente do Sindicato Rural de Sete Lagoas
e Orlando Giordani, girista e dono da Fazenda Vitória

Exposição mineira era considerada uma das melhores do país


O Gir leiteiro perde mais uma de suas importantes exposições ranqueadas. Depois de Goiânia, agora foi a vez de Sete Lagoas (MG) anunciar que não terá exposição de Gir Leiteiro.

Quem avisou, por meio das redes sociais, foi Orlando Giordani, da Fazenda Vitória, apoiador e organizador da exposição na cidade. Segundo ele, o Sindicato Rural de Sete Lagoas, presidido por Jadir Rabelo, promotor da exposição agropecuária, comunicou que não haverá exposição de Gir leiteiro este ano devido à crise econômica. A esperança dos expositores é que em 2017 a situação esteja melhor e a cidade volte a receber o gir leiteiro em sua exposição agropecuária.

Julgamento de Gir Leiteiro em Sete Lagoas, em 2009.
A mostra de gir na exposete era considerada
uma das melhores do Brasil
Em 2016 seria a 10ª exposição ranqueada de Gir Leiteiro em Sete Lagoas. Os criadores mineiros não gostaram da notícia, pois o encontro na cidade era aguardado por todos. Por vários anos seguidos, Orlando Giordani promoveu em sua fazenda uma festa com leilão em sua fazenda logo após o encerramento do julgamento de Gir Leiteiro, uma tradição local.

Em 2015 Sete Lagoas recebeu para julgamento em pista 134 animais Gir Leiteiro de 13 expositores. A exposição local também já foi palco de quebra de recorde de produção de leite em torneio leiteiro.


Nenhum comentário: