11 de fev de 2015

PROVA DE LEITE

Notícias

PRESTAÇÃO DE CONTAS

José Afonso Bicalho, Secretário da Fazenda do Governo de Minas Gerais e presidente da Abcgil, assinou no último dia 5 de fevereiro edital convocando os filiados da Abcgil – Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro – para uma Assembleia Geral Extraordinária, dia 6 março de 2015, às 14:00 horas, no Salão Internacional, dentro do Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG).

O assunto do dia, segundo a pauta, será prestar contas das auditorias realizadas na entidade para apurar desvio de dinheiro por funcionários. Parece que a coisa foi séria, pois foram duas auditorias: uma jurídica e outra contábil, ambas, segundo o edital, especiais.

Bicalho (foto), então, dirá aos filiados porque demitiu sua Secretária Executiva, Ana Cristina Navarro e prestará contas de outros procedimentos e medidas adotadas depois da conclusão das auditorias.

Até agora ninguém sabe de nada sobre o assunto. Somente o presidente tem as informações dessas auditorias. A expectativa de dirigentes e associados é de saber o tamanho desses problemas e se realmente houve desvio de dinheiro na entidade.

Foto: PRESTAÇÃO DE CONTAS

José Afonso Bicalho, Secretário da Fazenda do Governo de Minas Gerais e presidente da Abcgil, assinou no último dia 5 de fevereiro edital convocando os filiados da Abcgil – Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro – para uma Assembleia Geral Extraordinária, dia 6 março de 2015, às 14:00 horas, no Salão Internacional, dentro do Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG). 

O assunto do dia, segundo a pauta, será prestar contas das auditórias realizadas na entidade para apurar desvio de dinheiro por funcionários. Parece que a coisa foi séria, pois foram duas auditórias: uma jurídica e outra contábil, ambas, segundo o edital, especiais. 

Bicalho, então, dirá aos filiados porque demitiu sua Secretária Executiva, Ana Cristina Navarro e prestará contas de outros procedimentos e medidas adotadas depois da conclusão das auditorias. 

Até agora ninguém sabe de nada sobre o assunto. Somente o presidente tem as informações dessas auditorias. A expectativa de dirigentes e associados é de saber o tamanho desses problemas e se realmente houve desvio de dinheiro na entidade.